poesia na escola

alguns poemas meus que entraram na coletânea
 
FRAGMENTO DE UM MONÓLOGO AMOROSO NUM BAR NA AVENIDA ALMIRANTE BARROSO
 
estou num bar no centro do Rio
o coração,transpassado por um blues
estou só neste lugar,
meus desejos sob a lua e sua luz
 
já não lembro quem fui
inventei os lugares que vi
à deriva no tempo que flui
sei que um dia não estarei mais aqui
 
são esquinas de solidão, ruas sem dono
perdidos estão rumo, fé e esperança
enxergo meus caminhos errados
até onde a vista alcança
 
 
PROCURO EM SEUS LÁBIOS
 
Procuro em seus lábios
um beijo, é inútil:
há muito se foi o encanto,
já não há mais desejo.
Existe apenas um muro.
 
Concreto, absurdo,
cada tijolo encerra
o brilho de sonhos pretéritos
e uma poesia sem futuro
 
 
 
Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s