qual o sentido?

qual o sentido da vida? qq 1 com + de 15 já se perguntou isso. comigo ñ foi diferente. na minha busca, em minha santa ingenuidade, pensei: qdo eu descobrir isso me tornarei um iluminado (seja lá o q isso signifique). nessa (bad) trip o processo de montagem do kebra-cabeça foi + ou – assim:

descartei toda e qq informação oriunda de religiões. existe no planeta trocentas religiões ativas e outras tantas extintas( não tive paciência pra contar mas pra quem quiser se aventurar: http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_religions ). cada uma com o(s) seu(s) deus(es) ( vivo ou morto, no caso das religiões extintas). cada uma com a sua ideologia, uma contradizendo a outra. q 1 intelecto em dado momento por algum motivo tenha dado a partida no big bang ainda dá pra aceitar. mas q milhares de intelectos, cada um com seu interesse pessoal, entraram num acordo para criar o Universo juntos, isso já é forçação de barra. entendo religião como uma mídia, aliás a + antiga.

ñ foi escrito em lugar nenhum pelo criador ( qual deles? ) claramente qual seja o sentido de estarmos vivos. cada livro dito sagrado afirma uma coisa, o q legitima qq 1 deles em detrimento dos outros?

a vida, pelo menos aki na terra é algo muito recente. o Universo possui 15 bilhões de anos enqto nós surgimos há "somente" 100 mil anos. Carl Sagan sintetizou o relógio cósmico de 15 bilhões de anos no espaço de um ano solar, criando o seguinte quadro: a primeiro de janeiro ocorreu o big-bang. a primeiro de maio o surgimento da Via Láctea. a nove de setembro, a origem do sistema solar. a 14 de setembro, a formação da Terra. os últimos 10 segundos de 31 de dezembro cobririam toda a história do homo sapiens. a vida humana, embora seja o q temos de + valioso, não significa nada diante da grandeza do Universo e do Tempo. somos menos q 1 micróbio.

e o porvir? nosso sol ainda tem combustível para alguns bilhões de anos. sendo uma estrela em crescimento, qdo atingir seu limite máximo terá engolido os 3 primeiros planetas: mercúrio, vênus e terra para depois tb se extinguir. qdo isto tiver ocorrido, qual terá sido o sentido de haver existido uma civilização aki na terra? alguém q viveu há 10 mil anos atrás, q diferença faz o q fez ou o q deixou de fazer? dentro de 10 mil anos, q diferença fará o que fazemos ou deixamos de fazer hoje?

existe tb a teoria do big crunch, q é o oposto do big bang: o Universo após atingir sua expansão máxima e perder sua força, passaria, puxado pela gravidade, a fazer o caminho oposto, contraindo-se, até implodir na partícula primordial q deu origem ao Universo, no big bang. qual o sentido disso?

não vejo sentido na existência humana muito menos objetivo. pelo menos não o seu latu sensu. não existe essa informação, a nós fornecida por nenhuma consciência superior clara e formalmente. em seu strictu sensu diria q a vida tem o sentido q a ela nos foi facultado atribuir: o sentido q hitler atribuiu à sua vida foi diferente do sentido q madre teresa de calcutá atribuiu à sua. e ambos estão mortos.

e o pior de tudo isso: ñ me tornei 1 iluminado.

Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s