diálogos com o espelho

amigo meu, minha imagem fora do
espelho, que acompanho desde que nasceu e cujo nascimento causou o meu
nascimento. amigo meu que vejo todos os dias, seja em tua casa, no restaurante
ou no shopping. não fique triste com a porra-louquice humana, pois não há nada
que você possa fazer, você não tem como aplicar simancol em toda a raça humana,
nem mesmo naqueles que estão perto de você. cada pessoa tem sua vida, seu próprio
reflexo no espelho e também suas mazelas mais intimas que fazem de si um pouco
do que são. não se martirize em cobrar das pessoas aquilo que elas não podem te
dar e não as condene por isto. são como sua imagem no espelho, que você não
pode alterar, ela é exatamente o que você é. você pode esconder sua tristeza
dos outros, se passar por gaiato, mas não para mim, por isso não sofra pelo que
você não pode mudar, antes alegre-se pelo que é capaz de mudar. não sofra pelo
mundo e as pessoas serem o que são, aceite as coisas como são e não se culpe. Você
não é deus e também nunca será. Não se incomode quando te fizerem alguma
grosseria, procure praticar a piedade, e torcer para que assim como você, um
dia encontrem a paz. O fato de você gostar de alguém não quer dizer que esse alguém
não vá te machucar um dia. e cá entre nós, cara, esse negócio de ficar magoado não é lá coisa de homem. não desista de quem você ama.




Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s