os dias passam

é
como procurar por alguma coisa que não existe. é como  esperar por alguma coisa que sabemos que não
acontecerá. ter saudade de quem nunca conhecemos. chorar pela morte de um irmao que nunca nasceu. arrumar o quarto de um filho que nunca tivemos. planejar o que nunca faremos.
olhar no espelho e não se reconhecer ou não se lembrar quem é.

é preciso
arrumar as gavetas, arejar a casa. é preciso respirar. não importa em que
esquina foi perdido o rumo, é preciso reencontrá-lo. não há tempo para as
inutilidades, as minimidades, as futilidades, as bagatelas nossas de cada dia. não
há espaço para contabilizar fracassos, amores falidos, leite derramado. o que
se foi é como o vento e inútil o esforço para alcançá-lo. 

 


Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s