+ 15 minutos

+ 15 minutos olhando o mar. parece que hoje
não fiz outra coisa. mas agora é noite, a baía é um
veludo negro sobre o qual
deslizo
. estou longe de mim mesmo. sinto falta de mim mesmo. é como
se estivesse em uma busca,
para me encontrar do outro lado da baía. saudade de mim
mesmo
. quem sabe nostalgia. saudade não do que realmente fui, do que tinha
de bom e e de ruim.
mas nostalgia, que me pinta com
novas cores e faz um remake melhorado de mim mesmo, uma realidade
idealizada que não
necessariamente foi exatamente do jeito que se
apresenta. isso me torna sempre pior do que eu fui, ignorando o que
possa ter de bom hoje. olhar o mar… coisa de poetas e loucos. um pouco de cada… 

 

Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s