coisas que não aprendi na escola

aprendi que entre o que desejamos e o que é possível existe uma distância, às vezes intransponível.
aprendi que vida temos só uma e que ela aos poucos se vai. a cada ano, a cada semana , a cada minuto.
aprendi a diferenciar a fantasia de coisas reais e também aprendi a fazer de conta  e acreditar que uma fantasia é algo real.
aprendi que dinheiro nao é tudo na vida mas sem ele não somos nada.
aprendi que sofrer por amor significa exatamente a mesma coisa que sofrer por estupidez.
aprendi  que mesmo que um projeto não dê certo, sempre haverá um futuro alternativo, às vezes até insuspeito, e que poderá ser tão bom ou melhor do que aquele que havíamos idealizado.
aprendi que ninguém é feliz ou infeliz: podemos estar felizes ou infelizes dependendo do momento.
aprendi que amizades sao sociedades que perduram somente enquanto estao proporcionando lucro a pelo menos uma das partes.
aprendi que sexo sem amor nao é melhor nem pior do que sexo com amor:  é diferente.
aprendi a amar mas também aprendi a viver sem amor se for necessario.
aprendi que por mais que gostemos do nosso trabalho, é preciso de vez em quando se afastar dele, tirar ferias.
aprendi que as pessoas não sao exatamente aquilo que pensamos serem. e que elas não nos veem exatamente como achamos que elas nos vejam.
aprendi que nascemos já sabendo sonhar, nao é necessario aprender isto.
aprendi mesmo contra a vontade a  aceitar que todo sonho precisa num momento acabar, para virar realidade, memoria ou mesmo ser esquecido.
aprendi a conviver com a injustiça, a desigualdade, o preconceito, as mazelas do planeta no dia em que aprendi que não era deus e não tinha como consertar o mundo.
aprendi a aceitar as pessoas como elas são, com seus defeitos, pseudo-virtudes, suas porra-louquices, suas miudezas.
aprendi que ninguém perdoa ninguém: o mal que nos fizeram se torna pequeno, irrelevante, quando conseguimos conquistar mais do que perdemos.
aprendi que quando sabemos que alguém está mentindo não devemos deixar que a pessoa perceba isto.
aprendi que se estivermos doentes, fudidos, na merda ou com dor de corno o mundo não vai parar para nos prestar assistencia: a fila anda.
aprendi qua a única coisa absoluta é o fato de tudo ser relativo.

Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s