Pelo  tom  da  voz  era  impossível  duvidar  de  sua  sinceridade.  Reviu a cena da manhã: ele estava consertando o caminhão e ela achou  que  ele  estava  velho.  Tinha  chegado  aonde  queria. Sempre desejara que ele ficasse velho.

Sentia agora a mesma estranha felicidade, a mesma tristeza estranha de então. Essa  tristeza significava: estamos na última parada. Essa felicidade significava: estamos juntos. A tristeza era a forma e a felicidade,  o  conteúdo.  A  felicidade  preenchia  o  espaço  da tristeza.

A insustentável leveza do ser, Milan Kundera

Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s