previsões

ninguém podem prever o quando, o onde, o como, o quem ou o por quê.

não falo da morte, do amor, do presente ou futuro. vivemos em um universo probabilístico como ensinou heisenberg, de modo que todas as hipóteses são igualmente viáveis, mas andamos contra mão: determinamos padrões e fazemos previsões. as probabilidades dos desvios é que deveriam ser as previsões. existem dois tipos de realidades: as empíricas, comprovadas pela rigidez dos métodos cartesianos de experimentação e pesquisa e as transcendentes, aferidas pela matemática. o universo físico convencional é a exceção da exceção.

felizmente o futuro é desconhecido, seja os próximos 5o anos ou os próximos 5 minutos, a serem construídos por variáveis. que roupa usaremos amanhã? sequer sabemos se haverá amanhã.

Anúncios
por jardim Postado em Sem categoria Com a tag

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s