sobre mulheres

mulher é um troço estranho. que algumas já nascem com um fogo inapagável na perereca, isto é fato. vêem um cara por quem seriam capazes de lavar, passar, cozinhar e se bobear até se deixar enrabar, mostram de cara a mercadoria e depois se arrependem.

ser mulher não é fácil: tem que trabalhar, dividir a conta, ser puta na cama e lady na sociedade. querem ser tratadas como princesa, que as amem e as respeitem. mas querem dar no primeiro encontro. e de preferência pra um cara que as coma com como se come uma puta. pro homem a regra é clara: com uma se fode gostoso com a outra é pra casar.

mulheres escondem seus instintos, ficam fazendo joguinho de conquista, que são difíceis, que nem gostam de trepar, que são semi-virgens. são todas iguais:  vão parir e lavar cuecas, vão levar chifres e vão perdoar porque amam seu homem.

se  assumem que tem vontades e saem pegando qualquer um, trepam até esfolar a pobre,  ficam mau-faladas. e terminam sendo a piada da mulherada que casou, apesar de ter trepado com o marido delas.

a sociedade não oferece divagações: a mulher é puta ou é santa. mas seu sonho é ser as duas. receber amor, entregar o coração mas  na hora da sacanagem ser comida como a mais rampeira das putas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s