deus ex machina

Nasci ateu. Desde criança o conceito de deus me era completamente absurdo. Um cara fodão que tudo sabia, que tudo comandava, que tudo gerava não fazia pra mim o menor sentido. Se realmente existia por que ninguém o tinha visto? Por que nunca se comunicara com ninguém? Isto me intrigava. Quando a gente é criança referem-se a deus como papai do céu. Meu pai que me dava dinheirinho estava na terra. Também o conceito de demônio me era completamente absurdo. Um cara malzão que queria que todo mundo se fudesse. A troco de que?

Quando eu tinha uns 7 anos minha mãe entrou numa de virar crente. Como eu era criança ela me arrastava para o culto. Não tive escolha. Que martírio! O dia da igreja eu já começava a passar mal de tarde. Mas como não tinha escolha lá ia eu. Ficava escutando o sermão, aquelas histórias absurdas da bíblia e não tinha outro jeito. A água que se transformou em vinho, a mulher que virou estátua, o cara que percorreu os quatros continentes recolhendo bichos, inclusive insetos, os caras que tocaram uma buzina e derrubaram uma muralha, o cara que sozinho matou uma cidade inteira, o cara que depois de morto voltou a viver. Ficava escutando o pastor contar aquelas historias e ficava pensando: não é possível que isto tenha sido verdade.

Aguentei isso até uns 14/15 anos quando me rebelei e larguei a igreja. Passaram-se os anos. Um dia conversando com um cara eu disse: vc não pode provar que deus existe. Ele me disse: vc não pode provar que deus não existe. Ele tinha razão, eu podia ter evidencias mas não provas. Neste dia me tornei agnóstico. O agnóstico é aquele que sabe que não sabe. Assim vivi mais alguns anos. Se eu não sabia se deus existia ou não, foda-se. Era o que eu pensava.

Um dia fiquei na merda por conta de um fim de um relacionamento. Todo mundo que está na merda vai bater na porta de deus. Mas como eu não tinha certeza se ele existia, nem a ele pude recorrer. Minha angústia, porém, me levou a um questionamento: deus existe? Isto se tornou para mim uma questão de vida ou morte. Me recusei a aderir a qualquer religião. Pensava eu: no mundo existem milhões de religiões, cada uma cobtradiz a outra. se cada uma foi criada por um deus existem uma infinidade de deuses. Comecei a estudar física. Para mim era o único caminho que me levaria a uma resposta. Devorei livros e livros de Stephen Hawking, carl sagan, Brian Greene,

no dia que cheguei a conclusão que deus realmente existia fiquei em estado de choque durante quase um mês. Comecei a fazer uma revisão da minha vida. Mas como todo inicio é encanto mal sabia eu o que me aguardava, foi uma época em que eu comecei a rezar. Lá estava eu a qualquer momento rezando, tentando uma comunicação com o divino. Comunicação esta que nunca aconteceu.

Passou-se o tempo. Um olhar mais apurado no universo me trouxe alguma luz. Triste realidade. Deus está cagando e andando para o homo sapiens da mesma forma que cagou e andou para o neanderthal. O neandethal acreditava em deus e de que isto lhe valeu? Desapareceram e nem sequer história deixaram. Se deus se interessasse pela história humana o holocausto teria acontecido? 6 milhões de judeus viraram suco nos campos de concentração enquanto deu assistia isso.

Hoje posso dizer que a física me trouxe minha maior alegria: saber que deus existe. e também a minha maior tristeza: saber que ele não está nem aí. Eu era mais feliz quando era ateu.

irena-sendler-holocausto-tortura-4

Anúncios

4 comentários em “deus ex machina

  1. ao ler operação cavao de .tróia
    de J.J BENíTEZ absorvi mais aceitação aos meus conhecimentos científicos.
    crer e de cada um.aceitar o cosmo.

    Curtir

  2. Eu como ateu, quanto mais eu estudo física mais certeza eu tenho que deus não existe.. EU acredito que posso haver ETs mas deus? Só se for Odin♥ ou Zeus, que são muito mais prováveis do que o cara invisível que sabe de tudo…

    Curtir

  3. não é “deus” que não está dando a mínima para o homem… o homem é que está cagando para o homem… como vc deve saber, como devorador de livros, o homem é o lobo do próprio homem….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s