escolhas

muito já ouvi sobre livre-arbítrio. aquela história que vc faz sua vida, vc decide enfim vc é quem manda no destino. mas apesar de concordar que todos nós fazemos nossas escolhas, às vezes tenho a impressão é que certas ocasiões é que nos escolhem.

qual o determinante de nossas escolhas além de nós mesmos? podemos reclamar de alguma coisa quando somos os responsáveis por ela? tem um ditado assim: quem escolhe muito acaba escolhido. um outro ditado diz: quem pensa muito não casa.

se vc escolhe demais um emprego ou um namorado, vc acaba paralisado. enquanto pensa não age. ficar em cima do muro é algo que podemos fazer esporadicamente, não a vida toda. cada escolha tem um peso e uma medida. aprendemos com nossos erros e com as escolhas erradas, repetimos as escolhas certas. seria isso o livre-arbítrio? e se a responsabilidade estivesse fora da vontade? não poderíamos dizer que somos racionais.

não escolhemos nascimento, doença e morte. no máximo escolhemos como nos relacionamos com o lugar onde nascemos e como lidamos com a ideia de que um dia morreremos. de certa forma somos hoje resultado de nossas escolhas. ninguém pode escolher por nós, quando fazemos uma escolha, descartamos outra, embora sempre pensemos: e se eu tivesse … quem pode dizer: a vida que eu escolhi foi a vida que me escolheu.?

escolhas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s